Comunicado da Comissão Promotora de AMAlentejo

A Comissão Promotora de AMAlentejo,
a) Consciente da importância das medidas avançadas pela Plataforma Alentejo na “Estratégia Integrada de Acessibilidade Sustentável do Alentejo nas ligações Nacional e Internacional”, consideradas prioritárias e de interesse nacional e, sobretudo, fundamentais para dotar o Alentejo de acessibilidades essenciais para o seu harmonioso desenvolvimento;

b) Tendo presente que já estão em discussão na Assembleia da República a proposta de revisão do Programa Nacional da Política de Ordenamento do Território-PNPOT e a proposta do Programa Nacional de Investimentos 2030-PNI2030, programas que irão determinar as prioridades para o investimento dos mais de 20 mil milhões de euros previstos para Portugal no próximo Quadro Comunitário de Apoio;

c) Atendendo à posição publicamente assumida pelas principais figuras do Estado, Senhor Presidente da República, Senhor Presidente da Assembleia da República e Senhor Primeiro-Ministro, sobre a necessidade (necessidade que AMAlentejo partilha plenamente) de políticas que contribuam para corrigir as inaceitáveis assimetrias entre o Litoral e o Interior que caracterizam hoje o nosso País;

d) Relembrando que o Alentejo é um território cujas potencialidades começam agora a afirmar-se e a ser reconhecidas, onde o investimento terá impactos imediatos garantindo retornos económicos e sociais de curto e médio prazo. Um território que urge desenvolver, que corresponde a um terço do território nacional, a mais de metade do referido Interior, onde se encontram implantadas infraestruturas estratégicas da maior importância para o País (Porto de Sines, Alqueva ou o Aeroporto de Beja) cujo aproveitamento cabal é crucial para o seu desenvolvimento;

e) Considerando da maior relevância a concentração e convergência de esforços, de todas e todos os que amam o Alentejo, no sentido de se garantirem, no mínimo e atempadamente, as 4000 assinaturas necessárias para tornar obrigatória a discussão em Plenário da Assembleia da República das propostas inscritas na “Estratégia Integrada de Acessibilidade Sustentável do Alentejo nas ligações Nacional e Internacional”.

Chama a atenção das cidadãs e cidadãos para a importância de assinar a Petição Pública “PLATAFORMA ALENTEJO-Estratégia Integrada de Acessibilidade Sustentável do Alentejo nas ligações Nacional e Internacional” disponível na internet em http://peticaopublica.com/pview.aspx?pi=PT90336 ou em suporte de papel cujo modelo foi disponibilizado a todas as autarquias, sindicatos, associações empresariais e outras, de todo o Alentejo, pelo Secretariado da Plataforma no qual AMAlentejo está representado pela sua Comissão Dinamizadora.

A Comissão Promotora de AMAlentejo congratula-se e saúda calorosamente o crescente número de Municípios que, sem qualquer voto contra, tem vindo a agendar, discutir e a manifestar o seu apoio e adesão à Plataforma Alentejo e à sua “Estratégia Integrada…” e exorta os restantes a juntar-lhe a sua voz.
UNIDOS E A UMA SÓ VOZ AINDA É POSSÍVEL SENSIBILIZAR QUEM DECIDE!

Alentejo, 6 de Março de 2019

A Comissão Promotora de AMAlentejo

 

Pode consultar AQUI as Manifestações de Apoio e Adesão dos Municípios do Alentejo à Plataforma Alentejo em 6.1.2019